Ferramenta lúdica para ensinar diversos temas matemáticos

“Uma forma lúdica de despertar o interesse do aluno pela geometria”. Assim a professora Margareth Brandão Mendes se refere ao Tangram – quebra-cabeça chinês formado por sete peças (cinco triângulos, um quadrado e um paralelogramo).

Criadora do fórum ‘Práticas de ensino da Geometria com a utilização do Tangram’, na Rede Social de Aprendizagem do Multicurso Matemática, ela é uma entusiasta do uso desse recurso em sala de aula.

“O Tangram é excelente para trabalhar a composição e decomposição de figuras planas, cálculos de perímetros e áreas de formas geométricas planas, além de ângulos. É uma forma concreta de apresentar o conteúdo ao educando”, afirma.

Geralmente, Margareth introduz os temas da geometria utilizando o quebra-cabeça chinês. “Recorto um quadrado numa folha branca. Fazendo dobraduras e recortes, decomponho as peças do Tangram, apresento-as aos alunos e pergunto se conhecem as formas e suas denominações”, conta.

A educadora procura mostrar aos estudantes que, a partir dos pedaços desse jogo, muitas outras imagens podem ser construídas. “Costumo levá-los ao laboratório de informática para acessarem sites que apresentam as silhuetas de imagens diversas para que possam encaixar as peças do Tangram”, acrescenta.

Conteúdo e resultados concretos

Os ganhos com o uso desse método em sala de aula não poderiam ser melhores. Segundo a professora, a garotada tinha dificuldade para identificar as formas geométricas e compreender conceitos de áreas e perímetros. Após o contato com o Tangram, essa realidade mudou.

“Houve melhora tanto na aprendizagem quanto nas notas. Quando o estudante pode tocar, visualizar e perceber as formas, o aprendizado é facilitado. Os alunos expõem suas dúvidas, fazem questionamentos e participam mais ativamente das aulas”, garante.

Além de usado para apresentar temas da geometria, como faz a professora Margareth, o Tangram também pode ser um ótimo instrumento para ensinar outros conteúdos da matemática. No fórum ‘O Uso do Tangram no Aprendizado de Frações’, criado pelo professor Érico Zottele Nunes, os docentes podem ver como aplicá-lo nas aulas sobre esse tema.

Esses dois educadores comprovaram os resultados do uso do Tangram e aproveitaram a Rede Social de Aprendizagem para compartilhar seus conhecimentos com os colegas do Multicurso. Margareth acredita que, assim, é possível enriquecer ainda mais a experiência dos educadores de matemática.

“A divulgação dos trabalhos e sugestões de vídeos, por exemplo, contribuem para estimular a criatividade, tornar as aulas mais atraentes e fortalecer o relacionamento interpessoal. Não somos mais uma ilha. Fazemos parte de uma equipe que almeja a melhoria da qualificação do processo de ensino e aprendizagem da matemática!”, diz.

Portanto, aí está o convite!

Participe dos fóruns sobre o Tangram para incorporar esse jogo às suas aulas. E não deixe de conferir as demais propostas pedagógicas que seus colegas divulgam na Rede!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>